quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Respire, inspire, aspire!

2017 Chegouuuuuu!!!!!

E com ele, os sonhos e planos para um ano melhor.  Mas nos últimos post já falamos de sonhos, objetivos e planos
Então, do que iremos falar? Tenho visto, ouvido e, principalmente lido em redes sociais, pessoas brigando, arrumando as famosas tretas, se ofendendo, e reclamando, reclamando, e reclamando...
Sim, reclamar é preciso! Mas quando reclamação está embasada, quando tem sentido e direcionamento certo. Ficar torrando a paciência do povo com blábláblá, além de não resolver o problema, torna o "reclamão" num chato que ninguém quer mais ouvir (mesmo quando tem razão).
Cerque-se de pessoas produtivas, que desejam e, que querem ser pessoas melhores, mais corretas, mais justas, mais amáveis.  Pessoas que inspire!
A vida não está (se é que algum dia foi) fácil. Vivemos em meio a uma confusão desmedida e a única certeza é a incerteza. Não querendo tapar o sol com a peneira, nem viver num mundo de Alice, acredito que precisamos tomar algum cuidado com quem nos cercam. A psicologia fala de vampiros emocionais. São pessoas capazes de esgotar a mais alegre das criaturas, de sugar toda tua energia, sem dó ou piedade. Nada está bom para elas e a conquista ou felicidade do outro chega a ser uma afronta. Segundo o site Psiconlinews, emoções são contagiosas e essas pessoas tendem a contaminar o seu redor com sentimentos ruins. Haja vista que a ida não é um mar de rosas, todos nós temos problemas, todos temos frustrações e medos, manter sentimentos e sensações boas e agradáveis é muito mais desafiador do que os sentimentos ruins. Então, para o vampiro emocional é um prato cheio. Conselho? FUJA deles!
Aqui vai um ctrl-c/ ctrl-v da página Psiconlinews, caso você não queira ir lá conferir (o que recomendo). Veja como é fácil reconhece-los:

1. Personalidade exigente
Não só se encarrega de apontar suas falhas como também contraria tudo o que você faz ou diz. O seu objetivo principal é fazer você se sentir inferior a ele. Você está sempre errado e ele sabe a verdade de tudo. Além disso, se você questionar a sua atitude, o normal é que ele se justifique dizendo que “só quer o melhor para você.”
Se você ficar perto dessa pessoa por algumas horas vai notar que muito do que ela diz são críticas e mais críticas. Nada parece certo, desde coisas banais como o último filme que você viu ou a série de televisão que está na moda, até as suas ideias, seus gostos ou o seu comportamento.
Este tipo de vampiro emocional é tão intransigente que acaba sendo irritante e pode levá-lo a um estado emocional terrível. Tenha cuidado para não se infectar e começar a criticá-lo também!

2. Personalidade pessimista
O vampiro emocional também pode assumir a forma de pessimista inveterado. Sempre vê a vida com o copo meio vazio, tudo parece negativo e você vai sofrer horrores para convencê-lo de que está sendo pessimista demais… porque ele sempre prepara um contra-argumento que “prova” que a existência não vale a pena.
Se você conviver com este tipo de pessoa, pode acontecer de você acabar se convencendo de que a sua visão das coisas estava errada e se tornar também uma pessoa pessimista, negativa e sem esperança de melhoras.

3. Personalidade catastrófica
Os vampiros emocionais também podem ser alarmantes. Esta personalidade leva o pessimismo ao extremo, para eles qualquer fato ou situação leva a uma escala apocalíptica.
Seus tópicos de conversação favoritos se referem a catástrofes e matanças que ouviram nos programas de notícias ou mesmo desastres que não ocorreram, mas que, em sua opinião, acreditam que poderiam acontecer.
Este tipo de vampiro emocional acredita firmemente que a vida se resume a enfrentar uma longa lista de perigos iminentes e infortúnios. Se você tiver a infelicidade de conviver com alguém assim, vai logo perceber que se sente exausto com frequência e, na pior das hipóteses, pode começar a incorporar algumas de suas paranoias.

4. Personalidade vitimista
É aquela típica pessoa que não para de reclamar sobre tudo o que acontece. Indiferente se as coisas estão indo bem ou mal, ela sempre encontra razões para se queixar e se fazer de vítima.
Em uma pessoa vitimista é muito difícil de encontrar apoio emocional, pois ela sempre vai acreditar que seus problemas são muito mais importantes do que os seus. É provável que você note que o vitimista quer que você faça um download de todos os seus problemas quando ele fala, mas raramente se mostra aberto para ouvir e oferecer apoio quando é você quem precisa falar dos seus problemas pera ele.
5. Personalidade agressiva
São pessoas que reagem violentamente sem motivo. Se você disser ou fizer algo que não lhes parece bom como, por exemplo, um gesto mal interpretado ou por um comentário fora de contexto, isso poderia ser o suficiente para acender a sua fúria.
Suas reações são desproporcionais, de modo que pode ser um problema grave se você não tiver cuidado com o que faz ou diz. É claro que conviver com uma pessoa que o obriga a calcular milimetricamente tudo o que você faz ou diz não é positivo para a sua saúde mental. E, escusado será dizer, que você vai se sentir esgotado após dez minutos de conversa com o vampiro emocional agressivo.

6. Personalidade sarcástica
Esta é a personalidade de um vampiro emocional especialmente irritante. A pessoa sarcástica adora jogar ironias sobre você, dardos envenenados, e ao mesmo tempo se proteger atrás da leveza de uma “simples brincadeira.” Assim, ninguém pode culpá-lo por ser rude, porque “era apenas uma piada”.
Embora, às vezes, as suas observações possam ser engraçadas e espirituosas, a verdade é que muitas vezes excedem os limites do respeito e são cruéis para outras pessoas. Se você estiver muito exposto a uma pessoa que faz comentários sarcásticos e cortantes sobre você, isso pode acabar com a sua autoestima. Além disso, é cansativo. É como um soldado isolado em território inimigo: você só pode rezar para que as bombas não caiam sobre você.

E você? Qual a sua vibe? Se identificou com alguma personalidade acima?
Não seja você a pessoa “estraga-prazeres”, mas aquela que ajuda a construir um mundo melhor. Como? A partir de quem você é  e de como você se relaciona com o próximo.
Seja você o que inspira e aspira coisas boas, mas não com blábláblá que o mundo está cheio. Mas com atitudes e pequenas ações no seu dia a dia.



Respire: bons ares, coisas boas, conhecimento, aprendizado
Inspire: boas ações, boa conduta, boas atitudes
Aspire: um mundo melhor!


                                                 Até a próxima!



quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

TENHA UM OBJETIVO


Você tem sonhos, tem capacidade, tem vontade de fazer alguma coisa, mas que coisa é essa? O que realmente eu quero? Qual meu objetivo? Você poder ter tantas opções que não sabe qual escolher, como pode não ter nenhum e não sabe o que fazer para ter.

Esse post é bem rapidinho, vem comigo e se prepare para um novo ano com realizações.
Pegue papel e lápis e faça essas perguntinhas para você e responda com TODA sinceridade. Não tenha vergonha e nem receio de ser sincero com você mesmo.



Pense...

O que você deseja realmente para sua vida? 
Onde você quer que aconteça?
Qual a evidência de que você conseguiu?
O que você ganha se obtiver isso?
O que você perde se obtiver?
Qual a importância de ter isso?
Do que você vai precisar ter para obter isso?
Quais as formas ou meios para conseguir?
Quais são os passos para obter isso?
Qual o 1ª passo?
Depende de quem para começar?
Qual seu grau de comprometimento?

Ferramenta de validação

Aí vai uma super  ferramenta para você usar e saber se seu objetivo é viável ou não.
Você tem sonhos, tem capacidade, tem vontade de fazer alguma coisa, mas que coisa é essa? O que realmente eu quero? Qual meu objetivo? Você poder ter tantas opções que não sabe qual escolher, como pode não ter nenhum e não sabe o que fazer para ter.

Esse post é bem rapidinho, vem comigo e se prepare para um novo ano com realizações.
Pegue papel e lápis e faça essas perguntinhas para você e responda com TODA sinceridade. Não tenha vergonha e nem receio de ser sincero com você mesmo. Depois é só passar elo filtro SMART.




SMART
SPECIFIC ( específico)
MEASUABLE (mensurável)
ACHIEVABLE (alcançável)
RELEVANT (relevante)
TIME (prazo)

Até a próxima!



segunda-feira, 28 de novembro de 2016

SONHAR NÃO CUSTA NADA. SERÁ?!

E com a chegada do fim de ano, vem também a retrospectiva do ano que se finda e prospectiva do ano que se inicia.
Sim, vem à promessa e a esperança que, “desta vez tudo será diferente”. Vêm promessas de dietas, de se abrir para o amor ou por um fim naquele relacionamento que já está desgastado.Promessas e esperanças de conquistar aquela vaga no mercado de trabalho, ou a matrícula na tão sonhada faculdade. É, sonhar não custa nada. Podemos passar o dia fazendo isso. Mas será que não custa mesmo?  Passar o tempo todo arquitetando um futuro que nunca vem pode custar caro. Custa seu tempo, que não volta mais, desgasta suas esperanças, e pode criar um sentimento de frustração sem par.
Então, não devemos sonhar? É isso? Não! Não é isso! Devemos sim, sonhar e sonhar, pois ele é o primeiro passo para o planejamento, mas devemos (e precisamos) agir. Sair da posição do sonhar por sonhar, como um escape para essas loucuras do dia a dia e partir para a ação, para algo concreto que vai finalmente nos levar na direção do que queremos e PODEMOS ter. Sonho sem ação é ilusão!
Não adianta se lamentar pelo tempo que passou, você não pode mudar isso, mas com certeza pode tirar preciosas lições para os próximos passos.  Então vamos em frente? Pois como diz o dito popular: é pra frente que se anda.

Dream List
Vá para um lugar tranquilo e separe esse tempo para você. Se quiser, ponha uma música de fundo. Recomendo Santorini do musico Yanni.
Faça uma lista de todos os seus sonhos. Não se preocupe neste momento. É hora de sonhar e, sonhar sem limites!
Transformar sonhos em objetivos
Ex.: Férias na Disney, carro novo, começar o próprio negócio, ser um voluntário, emagrecer 5 kg, fazer um mestrado, arrumar um namorado, viajar para Marte, ter um closet cheio de roupas de marca...

Classifique por categorias: Pessoal (PE), Profissional (PR), Relacionamento (RE), Qualidade de vida (QV).

Subcategorias: Saúde (SA), Intelectual (IN), Emocional (EM), Finanças (FI), Contribuições (CO), Família (FA), Amor (AM), Social (SO), Lazer (LA), Espiritual (ES).

Prazos: Curto Prazo (CP) 1-3 anos, Médio Prazo (MP)3-5 anos, Longo Prazo (LP) 5-20 anos.

                                                                  DREAM LIST
Lista de sonhos
CATEGORIA/ SUBCATEGORIA
PRAZO






















Agora que você já sonhou, já classificou, já estabeleceu prazos, precisa estabelecer planos de ações para cada um deles.  Não sabe como? Dá uma olhadinha na página, têm dicas ótimas, mas se mesmo assim, não souber o que fazer, recomendo que procure um Coach.

Até a próxima!

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

CONTRUÍNDO UMA MENTE DE SUCESSO (2ª PARTE)

Começamos um bate papo no post passado sobre como construir uma mentalidade de sucesso.  Vimos que precisamos entender nosso MINDSET, que precisamos elevar nossos padrões a partir de micro, das coisas mais simples e aos poucos vamos avançando, certo? Ainda não leu? Então vai lá rapinho que eu espero. Link AQUI.

Essa não é nova, mas é essencial para avançarmos sempre: PLANEJE-SE!
3- Planejamento: Não importa o que você vai fazer, mas o planejamento é a start que precisa para avançar. Por favor, não se sabote com essa história de “não tenho tempo”. O dia tem 24h para todos,o que você precisa é administrar suas tarefas dentro desse tempo.  
Esse é seu compromisso, não comigo, nem com qualquer outra pessoa, mas um compromisso com você mesmo. Quer avançar? Planeje-se! Imagine seu dia seguinte e faça uma lista de coisas a fazer (e-mails, relatórios, reuniões, ligações a serem feitas etc). Comece com o que é PRIORIDADE. Isso é hábito. Não adianta fazer um dia sim, outro não. Crie esse bom hábito e ganhe aquilo que você tanto reclama que não tem: tempo.
4- Condicione-se
Do que estamos falando? De uma mentalidade de sucesso, certo? Então, condicione-se a ser um vencedor.  Quando estamos condicionados, tudo passa a ser natural. Ex.: Você começa a fazer academia, no inicio é difícil e o corpo dói, não é mesmo? Mas com o passar dos dias seu corpo está condicionado.  A repetição leva ao condicionamento, leva a ser natural.
Comece o dia condicionando sua mente. Como? Faça uma pergunta que te comprometa com o sucesso, com a excelência, com a superação. Isso é um estimulo para mente. Ex.: No que hoje eu vou ser nota 10?  O que vou aprender hoje? No que vou ser impecável? No que hoje eu vou ser melhor que todo mudo?
Treine 1, 2, 3,4... 1000 vezes. Condicionar precisa de treino, treino, treino e mais treino. À noite, quando for deitar, cuide do seu mindset. Pergunte-se: por que valeu a pena hoje? Não importa o quão duro foi seu dia, procure o que foi bom. Certamente teve.
Mantenha a mente sempre nesse objetivo, faça perguntas te estimule positivamente.


5-Tenha rotinas de sustentação, revisão e superação.
Rotina é o que se repete. É condicionamento, é treino, é hábito. ( Leia sobre hábitos AQUI)

·         Sustentação: O que eu preciso continuar fazendo, o que eu preciso manter para continuar no caminho do sucesso. Sempre temos padrões que precisamos manter. Busque dentro de você o que sempre fez que trouxe bons resultados.
·         Revisão: o que preciso mudar? O que preciso desapegar para adquirir outras coisas que me trarão mais e melhores resultados? Quais hábitos e comportamentos preciso mudar?
·         Superação: Agora que você se percebeu, quais sãos as habilidades, tarefas, hábitos que são meu diferencial e preciso melhorar para alcançar bons resultados e chegar ainda mais longe? O que você já faz bem e pode ser melhor? Onde posso evoluir?

Não é fácil, eu sei.  Mas, se você não começar, nunca vai mudar.
E se não for agora, quando você começará a mudar a sua vida? Lembre-se: daqui há um ano você terá desejado ter começado hoje.

Até a próxima!

terça-feira, 15 de novembro de 2016

CONSTRUINDO UMA MENTALIDADE DE SUCESSO

Nestes dias estava pensado em mudanças e seus desafios. Sempre falamos que precisamos de mudanças, de elevamos nossos padrões, sermos melhores, mas é bem verdade que às vezes não sabemos nem por onde começar. Ou queremos começar no macro, queremos fazer grandes mudanças e é aí que mora o perigo. Podemos nos cansar e desistir desse processo de mudança e acabar mais frustrados e desanimados do que antes.

Você já deve ter ouvido alguma frase parecida com: “Para caminha 1 milha é preciso dá um passo.” Eu sei, é um chavão. Mas você sabe que é verdade. É preciso ter paciência e persistência para mudar. Um passo de cada vez. Step By Step.

Preciso saber quem eu sou
Sim. Esse é o primeiro passo para começar a mudar. Não estou falando de nome, sobrenome, time do coração, música ou outras preferencias. Isso também faz parte de você, mas não é você.
É preciso que você se conheça a fundo; que saiba seus valores (valores movem suas escolhas), suas crenças limitantes e suas crenças fortalecedoras. É preciso conheça seu modelo mental. Seu mindset.  Já falei disso AQUI.

1º -Mindsent é a configuração da sua mente, a forma que você vê o mundo e normalmente não temos consciência dele. O que você viveu, ouviram de seus pais, suas experiências, enfim, tudo contribui para seu mindset. Esse modelo marca o que é mais ou menos importante para você, criando uma espécie de mapa. Alguns mapas são mais positivos e outros mais negativos. Isso tem a ver com suas vivências, seus valores, suas crenças...
Embora o mindset defina seus resultados ele está em constante mudança e desenvolvimento. E, é graças a essa constante mudança que podemos mudar a forma que enxergamos o mundo e começarmos num processo de mudanças. Enxergando uma nova realidade, ganhamos mais motivação para agir diferente e alcançarmos outros resultados. Tudo é treino. Você pode treinar sua mente a seu favor.  Leia AQUI.

Sabendo disso, responda essas perguntas: Quando olha para um resultado e ainda não está bom: o que está faltando para treinar? O que está faltando desenvolver? Qual habilidade está precisando desenvolver?



2º- Eleve seus padrões
Não. Você não precisa começar a frequentar restaurantes caros, comprar roupas de marca para ter padrões elevados. Dentro da sua realidade você pode melhorar. E começamos de pouquinho, para chegar ao macro. Saiba que as pessoas que alcançaram grande resultados são exatamente iguais a você. A fisiologia é a mesma. A diferença está no treino. Comece com coisas do dia a dia, que aparentemente não faz diferença, mas que fazem e muito. Lembra? Do micro para o macro. Essa transição acontecerá normalmente. Quer um exemplo? Você trabalha o dia todo, chega em casa e ao invés de preparar uma mesa bonita para jantar com sua família, o cansaço vence e cada um põe seu prato e come a seu tempo. Você perde uma oportunidade de ter um momento gostoso, bonito com quem realmente importa. E também perde a oportunidade de elevar seus padrões. Traga mais qualidade de vida para você. Que seja arroz com ovo (que alias eu adoro)! Mas faça dessa a mais bonita refeição de vocês e celebre a vida!
Tem um relatório ou trabalho para fazer? Por mais que ninguém lhe cobre, ou se importe se vai ser uma nota 7, cobre-se e faça o melhor da sua vida. Habitue-se a ser cada vez melhor. É assim que elevamos nossos padrões. 
Começamos com o simples, o fácil, e até o banal e vamos criando um mindset com níveis cada vez mais elevados. Elevar padrões não tem a ver com valores monetários, mas com o cuidado e capricho em fazer cada coisa. Manter seu guarda-roupa, sua casa, seu escritório, o ambiente a sua volta arrumados, pode parecer banal, mas esse é um treino para sua mente elevar cada vez os padrões. Você condiciona-se a não contentar-se com o mais ou menos. É treino. Divida em tarefas menores e assim você cria motivação para continuar. Não tem que ser tudo de uma vez. Vá aos poucos. Movimento gera movimento que gera resultados. Com pequenos passos na direção certa, você vai longe.
Uma pizza pode virar um banquete. 

Cuide de seus relacionamentos. Como você fala com as pessoas? Cuidado com seu tom de voz! Não esqueça de que nossa vida é feita de relacionamentos. A opinião do outro importa sim. Afinal, tudo é baseado em relacionamentos, sejam eles pessoais ou PROFISSIONAIS. Evite brigar à toa, mesmo que você tem razão. Que resultados positivos para você e o outro trará? Se não beneficiará todos os envolvidos, esqueça. Pense: vale a pena entrar nessa discussão? Seja gentil com todos e isso inclui: o porteiro, o faxineiro, crianças, idosos, o motorista e não só pessoas que tenha cargos elevados ou status financeiro. TODOS merecem respeitos. Respeite e será respeitado. Seja gentil que a vida vai retribuir a gentileza.

O post já está deverás longo e ainda faltam dois passos e uma ou duas “cositas más”, mas vai ficar para o próximo.

2ª parte AQUI


Então, até o próximo!

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

ORA, DÁ UM TEMPO!

 Casa, escola, trabalho, filhos, trânsito... argh!  Tem hora que dá vontade de jogar tudo para o alto! A cabeça fica a mil por hora e não conseguimos mais pensar com clareza, com lógica e nossos resultados despencam. O que fazer para alcançar melhor desempenho e melhores resultados? Ora, dá um tempo! Isso mesmo, tá na hora de dá um tempo e oxigenar e turbinar o seu cérebro.

 Dr. Herbert Benson, fundador-presidente e pesquisador do Instituto Corpo/Mente da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard, em Boston, EUA, há décadas estuda que acalmar a mente, além de combater insônia, TMP, estresse, pode ajudar a alcançar melhores resultados em todas as áreas da sua vida.
 O autor do best-seller A resposta do Relaxamento, afirma que: “o pensamento cotidiano nos aprisiona” e é preciso dar um tempo a combalia, a ruina, ao abatimento da mente. A obsessão elos problemas, gera estresse e isso impede melhores resultados.  Para Benson, é preciso afastar-se dos problemas para criar mudança no sistema nervoso  produzir calma e lucidez.
 Dá um tempo para relaxar afasta o bloqueio e torpor intelectual.  Meditação, esportes, música, não importa, apenas busque o que te trás calmaria e relaxamento.
 Charlene Abrams, engenheira de software passa horas tecendo na sua varanda de casa em St. Louis, para ela a brisa da noite e o movimento do pedal “É uma experiência zen”.  Para ela, essa prática cria um distanciamento dos problemas que vivencia, dando o espaço e tempo necessário para produzir as respostas que precisa.
 O podólogo Tom Amberry, 80 anos, em 15 de novembro de 1993 fez 2.750 cestas consecutivas.  Toda a manhã faz arremessos livres nua academia e Seal Beach, Califórnia. Para ele o segredo é se deixar absorver por uma rotina física que tira ideias negativas, como por exemplo, errar a cesta.  Amberry foca sua atenção nos ombros, alinhamento dos pés, e quica a bola de olho na cesta. Esse desvio de atenção para a parte física e não “se a bola vai entrar na cesta” faz toda a diferença para ele.

 Benson tornou-se pioneiro nos estudos da medicina mente X corpo. Precisamos estar atentos a aos cuidados não apenas com o corpo, mas com nossa mente. Ora, se aquilo que comemos e bebemos afetam positiva ou negativamente nossa saúde, e precisamos dormir e descansar para recuperar nossa disposição e energia, assim também é nossa mente. Aquilo que pensamos a nutre para um bom ou mau desempenho, e relaxar, dá um tempo, é essencial para recuperar o foco. Então, não esqueça: dê um tempo!

Até a próxima! 





quarta-feira, 19 de outubro de 2016

CONTROLE DO CÂNCER DE MAMA

Hoje vou trazer para vocês texto retirado do site do INCA ( Instituto Nacional do Câncer José de Alencar Gomes da Silva) uma sumidade em tratamento dos mais variados tipos de câncer.
Embora outubro esteja indo embora, a doença não. Ela está aí e mata todo ano centenas de mulheres. É preciso se prevenir e propagar essa ideia.

Controle os fatores de risco

A prevenção primária do câncer de mama está relacionada ao controle dos fatores de risco conhecidos e à promoção de práticas e comportamentos considerados protetores.

Os fatores hereditários e os associados ao ciclo reprodutivo da mulher não são, em sua maioria, modificáveis; porém fatores como excesso de peso corporal, consumo de álcool e terapia de reposição hormonal, são, em princípio, passíveis de mudança.

Estima-se que, por meio da alimentação, nutrição, atividade física e gordura corporal adequados, é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama no Brasil [1]. Como medidas que podem contribuir para a prevenção primária da doença, estimula-se, portanto, praticar atividade física regularmente, manter o peso corporal adequado, adotar uma alimentação mais saudável e evitar ou reduzir o consumo de bebidas alcóolicas. Amamentar é também um fator protetor [2].

Evidências científicas sobre a relação entre alimentos, nutrição, atividade física e prevenção de câncer podem ser consultadas no resumo traduzido para o português pelo INCA [2]. O Sumário Executivo Políticas e Ações para Prevenção do Câncer no Brasil dá continuidade à publicação anterior, apontando prioridades e perspectivas de ações para prevenção do câncer [1].


Referências 

[1] INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER (Brasil). Sumário Executivo. Políticas e Ações para Prevenção do  Câncer no Brasil. Alimentos, Nutrição e Atividade Física. Rio de Janeiro: INCA, 2009. 16p.
[2] INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER (Brasil). Resumo. Alimentos, Nutrição, Atividade Física e Prevenção do Câncer. Uma perspectiva global. Tradução de Athayde Handson Tradutores. Rio de Janeiro, 2007, 12 p.
 
Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.
Número de mortes: 14.388, sendo 181 homens e 14.206 mulheres (2013 - SIM)


Homem também tem câncer de mama

O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.
Existem vários tipos de câncer de mama. Alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem bom prognóstico.

Estimativa de novos casos: 57.960 (2016 - INCA)




Cuide-se! Eu sei que algumas pessoas não gostam de mencionar o nome dessa terrível doença para " não atrair", mas com todo respeito a suas crenças, não é não mencionar que afastará a doença, mas o controle dos fatores de risco e a prevenção. Procure orientação de médico e faça o autoexame.

Como fazer o autoexame:

 


Visite o site do INCA:http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/inca/portal/home